Total de visualizações de página

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013







          SOBREVIVER É NECESSÁRIO, 

                  VIVER É URGENTE!


VIVER E SOBREVIVER, DESEQUILÍBRIO EQUILIBRADO, DELIBERADO.

SOBREVIVER  É INSTINTO, É DEFESA.
É COMER E BEBER COM AUTOMATISMO,
É CRIAR CAMUFLAGENS CONTRA O PERIGO.
SOBREVIVER É AGIR COM MEDO DO ANIQUILAMENTO, DO SOFRIMENTO,
...ESTRATÉGIAS DE GUERRA, FAZEM PARTE.

SOBREVIVER É BARATO, É MECÂNICO, MAS VIVER É UMA ARTE, QUASE IMPAGÁVEL.


VIVER  É COMER E BEBER EXPERIMENTANDO OS DIVERSOS PALADARES COM PRAZER.
É CANTAR E DANÇAR  SEM OPOSIÇÕES AO RITMO DOS DIAS,
...MUDANDO APENAS O QUE TE FAZ MAIS CHORAR DO QUE SORRIR, E O QUE TE SUFOCA.
VIVER É INSPIRAR-SE  A CADA INSTANTE,
COMO SE A NOSSA HISTÓRIA TIVESSE QUE SER ESCRITA COM POESIA E EMOÇÃO,
 E COM MELODIAS QUE NOS TIREM DO CHÃO.
VIVER SÃO AS OUSADIAS COMETIDAS EM NOME DA SATISFAÇÃO E DA ALEGRIA.
É QUEBRAR O SILÊNCIO DA MONOTONIA, CANTANDO EM BRADOS A CORAGEM DE SER FELIZ.
É LUTAR PELOS MOVIMENTOS DO CORAÇÃO, E PELA CURIOSIDADE QUE DESBRAVA A VIDA,
EM CADA MOMENTO QUE NOS ENRIQUECE E NOS APRAZ.
VIVER É FAZER DAS DORES APENAS  INTERVALOS  ENTRE DUAS FELICIDADES.
VIVER É ASSUMIR A HUMANIDADE , COM A HUMILDADE DE TENTAR ACERTAR DEPOIS DE RECONHECER O ERRO.
É PERDOAR-SE PERDOANDO, DEPOIS DAS OFENSAS E DAS FERIDAS.
VIVER É TER AMIGOS, FAMÍLIA, TRABALHO,  E CORRER ATRÁS SEM DESISTIR DO QUE TE FAZ SORRIR, E DO QUE TE FAZ SONHAR.
VIVER  É VALORIZAR A GRAÇA DE TER NASCIDO, E FAZER JUS, SEM A PREOCUPAÇÃO COM O QUANTO VAMOS DURAR, MAS FOCANDO NO QUANTO PODEMOS APROVEITAR CADA MINUTO A NOSSO FAVOR, E AMANDO COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHÃ.


                 Pensando bem, não pense muito, 
                        porque quem vive não fica premeditando.
                        Simplesmente faz, acontece,
                        vive e deixa viver...

                                    (TEGF)
                           
                              




domingo, 22 de dezembro de 2013





                   
                   ENTÃO É NATAL

       Pois o verbo se fez carne e habitou dentro de nós. (João1:14)        
       Natal...reflexão, renovação e gratidão.
   Esperança de um novo homem, renascido e livre do mal.
                                              


       Natal não é só uma celebração, mas            principalmente um estado do espírito e da mente.


                                        http://youtu.be/MHioIlb

              Natal é doar os melhores sentimentos                            todos os dias do ano.
           Afinal, recebemos o maior amor
                 do mundo gratuitamente.

(TEGF)

( Cartão de Natal-João Cabral de Melo Neto)
Pois que reinaugurando essa criança, 
pensam os homens
reinaugurar a sua vida
e começar novo caderno,
fresco como o pão do dia;
pois que nestes dias a aventura
parece em ponto de vôo, e parece
que vão enfim poder
explodir suas sementes:
que desta vez não perca esse caderno
sua atração núbil para o dente;
que o entusiasmo conserve vivas
suas molas,
e possa enfim o ferro
comer a ferrugem
o sim comer o não.


                                      http://youtu.be/un-IMF08Qyg


                                             
                         FELIZ NATAL!
              
                                  
                          

                           

terça-feira, 10 de dezembro de 2013






                 NEM TODA NUDEZ SERÁ CASTIGADA...

                              *foto de cartaz da turnê de 2004 de Joaquin Cortes,
                                                     dançarino espanhol



Roupas são meros disfarces...ou esconderijos!?!
Por trás delas há o segredo que reluta em se mostrar.
Tabu? Preconceito?
A nudez nativa, como a dos aborígenes, é inocente.
A nudez produzida e programada remete um apelo malicioso, sexual... algo assim...proibido.

O olhar enviesado para o nu é coisa lá de Adão e Eva.


Afinal se DEUS nos fez assim, porque a vergonha?

Será que tirar a roupa não seja a forma mais sincera e autêntica de expressão? Livre de falsidade?
A nudez é uma bandeira que funciona em muitas causas e protestos.Como não chamar a atenção estando nu? 



Não concordo com corpos despidos sem responsabilidade, escancarados sem motivo ou de forma banal.

O nu é casto se entendermos que é a forma como a natureza expõe nossa autêntica matéria.

É a obra prima da Criação.

Diga-se de passagem, a nudez sagrada e Divina do amor, da mulher grávida, da que desfrutamos na liberdade da solidão.


O nu somos nós, e não há como ser outra pessoa estando nu. 

Desvendam-se os traços extrínsecos e intrínsecos de cada ser humano, com exclusividade. 

Revelam-se a beleza e feiúra no sentido mais amplo.
Existem corpos lindos que guardam uma essência insípida, tornando a beleza externa monótona ,breve.
A estética padronizada, por si só, é incoerente, pobre e cansativa.É rosa sem perfume.
À princípio, existem porém corpos imperfeitos e desarmônicos aos olhos, mas que guardam uma alma radiante , transbordante pelos poros, tomando forma com um charme que não enjoa jamais.


A topografia humana é fascinante com toda sua pele, em todas as suas marcas e cicatrizes, rugas, curvas e dobras , saliências e reentrâncias, nas texturas e na beleza esculpida em vários tipos.
Traduz a vida e a história de cada um.
A nudez natural, consciente e corajosa, é admirável , incensurável.
Nem toda nudez poderá ser castigada...

(TEGF)


               

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013





A VIDA SEMPRE PEDE CORAGEM


 No começo de um novo ciclo, penso que o que garante todas as qualidades e ferramentas individuais, para os movimentos e atitudes, é a coragem. 
      O “novo” traz à tona fragilidades e dúvidas.
      Mas é preciso enfrentar e ir adiante apesar dos medos e inseguranças.   

      É motivador conseguir chegar aos extremos para viver o que se deseja, e atender as chamadas do coração, mesmo esbarrando nos riscos.
      O pior remorso é aquele que pesa no travesseiro por não termos ido adiante com nossos desejos, ou por não termos tido a coragem de sair da mesmice sufocada por regras e receios desnecessários.
     Coragem é viver plenamente um amor mesmo sem garantias; é tentar mesmo falhando; é dar passos errados e perdoar-se, entendendo que as falhas nos mostram os caminhos certos.


    Ter coragem é andar na chuva e não esconder-se do frio, esbaldar-se nos sabores e nas cores da vida sem frescura, vivendo momentos sem culpa e sem medo de ser feliz, desde que não haja interferência no bem estar e nos direitos do próximo.
     É melhor um pouco de sandice do que viver uma vida na conformidade eterna, sem nunca ter transgredido à favor de alegrias inesquecíveis , que nunca mais voltarão .



    Coragem, das grandes, é não temer a solidão, enfrentando a si mesmo com todo o seu ”nada” e ainda assim sentir-se completo. Mas haja desassombro e desapego suficientes quando temos ao abrir mão daquilo o que mais queremos.
    A covardia nos impede de muitas coisas que fazem a vida ter sentido. Os frutos da fraqueza desnutrem a alma e sugam a vida.
   As metas que traçamos para um ano novo alimentam as forças o suficiente para viver nossos sonhos. A ocasião alimenta a coragem.
   O mais importante é fazer aquilo o que achamos que não conseguiremos fazer. É assim que a vida se expande!...Ao infinito e além!!!
  
   
Thelma Eliza Garcia Ferreira