Total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de março de 2013




    THE SORROWS OF THE BLESSED VIRGIN AT THE CROSS...

Como mãe e mulher entendo o que é a dor de ver um filho sofrer.
Na mã, a dor é incomensurável, indescretível, ainda mais que ela não pode seguir a própria vontade de trocar de lugar, e padecer pelo filho.
 Maria Mãe de DEUS, a mais dolorosa das mães, uma espada atravessou seu coração, mas ela curvou-se à vontade de DEUS.
Do seu silêncio, do seu pesar, e de sua fácies de martírio, surgiram umas das mais sublimes e magníficas obras de arte sobre o tema, em escultura e música....elas dizem tudo! 


                            http://youtu.be/ViJHqoZqdO0


At the cross her station keeping,
Mary stood in sorrow weeping
When her Son was crucified.

While she waited in her anguish,
Seeing Christ in torment languish,
Bitter sorrow pierced her heart.
With what pain and desolation,
With what noble resignation,
Mary watched her dying Son.
Ever-patient in her yearning
Though her tear-filled eyes were burning,
Mary gazed upon her Son.
Who, that sorrow contemplating,
On that passion meditating,
Would not share the Virgin's grief?
Christ she saw, for our salvation,
Scourged with cruel acclamation,
Bruised and beaten by the rod.
Christ she saw with life-blood failing,
All her anguish unavailing,
Saw him breathe his very last.
Mary, fount of love's devotion,
Let me share with true emotion
All the sorrow you endured.
Virgin, ever interceding,
Hear me in my fervent pleading:
Fire me with your love of Christ.                                              
Mother, may this prayer be granted:
That Christ's love may be implanted
In the depths of my poor soul.
At the cross, your sorrow sharing,
All your grief and torment bearing,
Let me stand and mourn with you.
Fairest maid of all creation,
Queen of hope and consolation,
Let me feel your grief sublime.
Virgin, in your love befriend me,
At the Judgment Day defend me.
Help me by your constant prayer.
Savior, when my life shall leave me,
Through your mother's prayers
receive me
With the fruits of victory.
Virgin of all virgins blest!
Listen to my fond request:
Let me share your grief divine
Let me, to my latest breath,
In my body bear the death
Of your dying Son divine.
Wounded with His every wound,
Steep my soul till it has swooned
In His very Blood away.
Be to me, O Virgin, nigh,
Lest in flames I burn and die,
In His awe-full judgment day.
Savior, when my life shall leave me,
Through your mother's prayers
receive me
With the fruits of victory.
While my body here decays
May my soul your goodness praise,
Safe in heaven eternally. Amen Alleluia.
The Collegeville Hymnal
Minnesota: Liturgical Press, 1990.




"Ao nos depararmos com a imagem de Maria na Basílica de São Pedro em La Pietá ,percebemos o talento divino de Michelangelo,o esmero e requinte nos detalhes em imprimir os traços da Mater Dolorosa em uma escultura ,e torná-la quase viva pela perfeição ."

 (Latin)
Stabat Mater dolorósa
Juxta Crucem lacrimósa,
Dum pendébat Filius.
Cujus ánimam geméntem,
Contristátam et doléntem,
Pertransivit gladius.
O quam tristis et afflicta
Fuit illa benedicta                                                               
Mater Unigéniti!
Quae maerébat, et dolébat,
Pia Mater, dum vidébat
Nati poenas inclyti.
Quis est homo, qui non fleret,
Matrem Christi si vidéret
In tanto supplicio?
Quis non posset contristári,
Christi Matrem contemplári
Doléntem cum Filio?
Pro peccátis suae gentis
Vidit Jesum in torméntis,
Et flagéllis súbditum.
Vidit suum dulcem natum
Moriéndo desolátum,
Dum emisit spíritum.
Eja mater, fons amóris,
Me sentíre vim dolóris
Fac, ut tecum lúgeam.
Fac, ut árdeat cor meum
In amándo Christum Deum,
Ut sibi compláceam.
Sancta Mater, istud agas
Crucifixi fige plagas
Cordi meo válide.
Tui nati vulneráti,
Tam dignáti pro me pati,
Poenas mecum dívide.
Fac me tecum pie flere,
Crucifixo condolére,
Donec ego víxero.
Juxta Crucem tecum stare,
Et me tibi sociáre
In planctu desídero.
Virgo vírginum praeclára,
Mihi jam non sis amára:
Fac me tecum plángere.
Fac, ut portem Christi mortem,
Passiónis fac consórtem,
Et plagas recólere.
Fac me plagis vulnerári,
Fac me Cruce inebriári,
Et cruó re Fílii.
Flammis ne urar succénsus,
Per te, Virgo, sim defénsus
In die judícii.
Christe, cum sit hinc exíre
Da per Matrem me veníre
Ad palmam victóriae.
Quando corpus moriétur, 
Fac, ut ánimae donétur
Paradísi glória. Amen. Allelúja.
Missale Romanum
Cincinnati: Benziger Brothers, 1956.




Spiritual Meaning

Christians of the twentieth century can truly identify with Our Lady's experience of Sorrow.  The message of the Stabat Mater focuses on the spiritual and emotional bond which unites Mary and all Christians to the death of her Son on the Cross.  From this bond, each Christian can recognize the incredible compassion and holiness in Mary's character.  The Blessed Mother demonstrated her maternal compassion to all generations of Christians by her presence and participation with her Son Jesus in the Sacrifice of the Cross.
There is a mother-son bond that unites Mary with Christ Jesus during his experience of suffering and death. This empathetic bond indicates that Our Lady shared in her Son's suffering.  Mary is Our Lady of Sorrows precisely because her Son Christ Jesus bore the sins of the world during his passion and death.  As the faithful disciple, Our Blessed Mother invites us to unite our personal suffering with her own.  We can share in Jesus' burden on the Cross, just as Mary did at Calvary.
As Our Lady of Sorrows, Mary also reminds us that Christians are called to expiate for his or her own sins and the sins of their neighbors, and the sins of the world.  We can share in the bond between the Blessed Mother and Our Lord through fasting, prayer, and contrition for sin. Our Lady of Sorrows teaches us that the Crown of eternal life in Heaven can be reached when we each choose to share with Our Lord in His suffering and death on the Cross at Calvary.
The compassion of Mary is part of the mystery of the Church community's sharing in, and offering, the Sacrifice of Jesus for the salvation of the world.  Each member of the Church has a role to play in redeeming the world.  Our Lady of Sorrows is a guide who inspires and teaches us how to be compassionate.


Historical Aspects

Now that we have explored some of the contemporary meaning of the Stabat Mater, let us summarize the hymn's important history.  Tradition has identified the hymn with St. Bonaventure, Jacopone da Todi, and Pope Innocent II.  A notable number of scholars point to da Todi as author, since two fourteenth-century codices and the 1495 edition of the sequence attribute the hymn's authorship to him.  While it cannot be denied that the composition's general tone and sensitivity parallel that of da Todi's poems, strictly stylistic comparisons yield uncertain and even disputable results.  Recent scholars like L. Russo and M. Cassella are not impressed by the arguments in favor of Jacopone's authorship.  The Stabat Mater has two qualities that most scholars date from the twelfth century: an intricate rhyme scheme and a regular meter (usually trochaic).                           

Liturgical importance

The Stabat Mater was introduced into the Liturgy gradually until 1727 when it was prescribed as a Sequence for Mass of the Seven Sorrows of Mary on September 15 and on Friday before Holy Week, as well as their corresponding offices.  The Stabat Mater has been retained as an optional Sequence for September 15 in the reformed Roman Missal and as the hymn for the Office of Readings, Morning Prayer, and Evening Prayer in the new Liturgy of Hours.  The Stabat Mater's popularity is reflected by its use in the popular devotion of the Stations of the Cross.
Its Place in Music
During the sixteenth century, the sequence motet was a favorite form among important musical composers.  The Stabat Mater was frequently given elaborate polyphonic settings.  A model of such settings is Palestrina's famous Stabat Mater which employs two choruses and combines several couplets to suggest larger musical units within the total composition.  During the seventeenth and eighteenth centuries, the Stabat Mater inspired large works for chorus and orchestra.  The hymn's text was divided into a number of autonomous and differentiated movements.  Compositions of this type were those of Seffani,  Scarlatti, Pergolesi, Boccherini, and Haydn.  During the nineteenth century, the popularity of the Stabat Mater's text is evident by its place in the work of Verdi, Rossini, Schubert, and Dvorak. 

Theotokôs
I'm "The Mother of God"
at the foot of the Cross clutching at

Simeon's sword impaled in my breast
where the blood of despair trickles
betwixt my fingers
as the sword pierces next

my heart, my mind, my
soul, my very being there
washes me
in the blood of the
Lamb, again, as at His birth

while the rabble twist and turn the
blade with their jeers and scorn, and
their catcalls taunting Him to

save Himself, let alone the world
til only me, I'm left with just
His striped God-forsaken Body. I
sink to my knees, praying
my prayer to doubt
my doubt that true to His Word

He will
do what He said He would do,
three days hence; and my wounds

will be no more. Forever.

Carl Winderl, 1999
To be published in a forthcoming manuscript.            





domingo, 24 de março de 2013

Idas e vindas




 IDAS E VINDAS


Não adianta, de vez em quando a vida pede para alterarmos os nossos rumos.
Idas, vindas e voltas são parte dessas viagens, às vezes inesperadas e nem sempre bem vindas, contudo necessárias.

Cada capítulo da nossa história é feita de transições, e de cada mudança surgem sentimentos e atitudes circunstanciais que nos constroem.
Vamos criando arquivos internos que formam o que somos.
Esses dados mantêm-se quase sempre em silêncio, mas de vez em quando conversam com a gente, lembrando o que somos, de onde viemos e para onde devemos ir.
Não somos e nem conseguimos permanecer imutáveis e sedentários.

Eventualmente, na contracorrente, temos que recuar sozinhos, com medo, mas percebendo que  navegar por outras águas é  a única,ou a melhor opção.
O medo é o presságio da coragem para enxergar que, mesmo nos começos difíceis, é possível vislumbrar cenas de satisfação lá na frente.
As idas  podem ser dolorosas, deixamos sempre um pedaço de nós. 
As idas sugerem possibilidade de volta, e portanto perdão, superação e porque não bons novos recomeços?
Nas  "chegadas" ,esperamos novas experiências e oportunidades para ampliarmos os horizontes como pessoas, e seres sociais ativos e produtivos.

Isso é  dinamismo, aperfeiçoamento. Nada de conformar-se com situações sem futuro.
Alguns aceitam uma condição morna para manter-se na zona de conforto ou por receio dos riscos.
No entanto, desde que nascemos a lei é manter-se em movimento, lutando, buscando, perdendo mas vencendo, caindo mas levantando, indo em frente e criando melhores versões de nós mesmos.
Indo ou vindo, o que interessa é chegar a um lugar onde tenhamos paz, onde  possamos legitimar a nossa identidade e ter  inspiração para viver em nosso pleno potencial.



O melhor lugar do mundo é onde damos certo e nos realizamos.
Acho que não tem essa de apenas andar para lá e para cá .
A questão é permitir-se viajar por  caminhos que sejam bons para você,e através deles encontrar-se e perceber o que é realmente importante para a sua vida.
(Thelma Eliza Garcia Ferreira)


sábado, 23 de março de 2013



Solidariedade... palavra diferente para gente diferente!



Você tem medo de ser solidário???
Uma palavra mais que proclamada, mas vivida só por quem pode.
Como invoca um certo trabalho e desapego, nem todos conseguem familiarizar-se com a sua proposta.
Fundamenta-se em valores que não conseguimos quantificar, pois a solidariedade exala dos poros de gente grande, com alma resplandecente...vem de anjos.

                                                     ANJOS DA TOCA DE ASSIS

Ser Solidário é acima de tudo respeitar  incondicionalmente tudo o que nos rodeia.
Ser Solidário é sentir a necessidade ínfima de partilhar,
... é perceber que as diferenças só existem porque é mais fácil criar distâncias do que gerir dificuldades.
Ser Solidário é sentir que é possível mudar o que está errado, e que para isso, as ações devem falar mais alto, é querer ir mais além, é ser mais elevado interiormente, é ser maior de coração.
Ser solidário é perceber que a alegria de dar é indiscutivelmente superior à de receber, é estender a mão sem olhar a cor, o sexo, o degrau social, ou usar critérios materialistas. 


,

 Orgulho por tê-las como amigas,irmãs da Toca de Assis.

 Acolhem os irmãos de rua ,e os tratam como nobres,pois a face de DEUS está no próximo!
                        
                       
Parece-lhes utópico tudo isto?
Como ler um romancezeco onírico, com final feliz?
Sem dúvida não!
A interiorização de um sentimento desta índole torna nos efetivamente “pessoas melhores “.
Solidariedade só combina  com o Natal, com Campanha da Fraternidade, com Tragédias?
NÃO!!! ..não há segredo em torná-la legítima e rotineira em nossas vidas!!!!
O mundo e seus habitantes devem ser solidários SEMPRE, sem programação, sem barganhas, sempre quando percebermos que é possível fazer alguma coisa dizendo NÃO ao egoísmo com que todos vivemos, ao nosso fácil acomodamento face à miséria, à solidão, à injustiça social , e à tantas tristes coisas que existem.
Vivemos num mundo de quimeras adiadas, frustradas e cansadas, infestado de “mentes vazias”, perdidas no seu “ego”.
A esses só importa o que lhes proporciona benefícios pessoais.
É possível acreditar em mudanças e atitudes pessoais com ressonância coletiva???
Eu acredito, porque afinal a DISTÂNCIA até elas á de apenas UM PASSO.

"Se o seu tempo está livre e você não sabe o que fazer com ele, saiba que tem muita gente precisando de você"

A forma mais legítima de respeito é a solidariedade humana.
Em quase todas as situações da vida,a melhor maneira de agir,
com pouca chance de errar, é colocar-se no lugar do outro
e pensar : "E se fosse comigo?"....pois é, e se fosse com você?






segunda-feira, 18 de março de 2013



 OSUEL, um legado do nosso querido reitor Marco A. Fiori.
ELA precisa de todos nós,uma colaboração coletiva .
A OSUEL estando em condições otimizadas, projetará mais ainda, em grande estilo, a cultura londrinense, além de enriquecer o arquivo cultural dos cidadãos e visitantes.
Nossa cidade é fonte de músicos excelentes, virtuosos,sendo até referências internacionais na área musical.
A OSUEL quer sua parceria, juntem-se à nós!


A Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina (OSUEL) foi fundada em 14 de março de 1984 pelo ex-reitor da Universidade Estadual de Londrina, Marco Antônio Fiori.
A OSUEL faz parte da Casa de Cultura da UEL que integra o CECA, Centro de Comunicações e Artes da Universidade Estadual de Londrina. A Casa de Cultura, órgão extensionista da UEL, abrange as áreas de Artes Plásticas, Teatro, Cinema e Música. Na área da Música o grupo mais antigo criado foi o "Coro da UEL", que iniciou suas atividades em 1972, quando por solicitação do reitor prof. Ascêncio Garcia Lopes, a Sra. Semiramis Lück foi convidada a formar um grupo coral envolvendo a comunidade universitária. Sua Sucessora foi Marília Brandão. Em 1976 assumiu a regência do grupo o maestro Othonio Benvenuto, Sob sua direção o grupo coral começou a se destacar no cenário nacional. Em 1978 gravou seu primeiro disco e classificou-se em 2º lugar no 6º Concurso de Corais do Rio de Janeiro realizado na Sala Cecília Meirelles, promovido pelo Jornal do Brasil. Em 1980 obteve o 1º lugar no mesmo concurso e lançou seu segundo disco.A partir de 1990 o coro esteve sob a regência da Profa. Lucy Maurício Schimiti. De 1999 a junho de 2003 seu regente foi Denis Pereira do Amaral Camargo. Desde julho de 2003 assumiu a regência do Coro da UEL o Prof. e Mo. Vilson Gavaldão de Oliveira, criando o Movimento Coral da UEL, que conta atualmente com 12 grupos corais: Coro da UEL, Coro Infantil, Coro Juvenil, Oficina Coral, Coro "HU em Canto" do Hospital Universitário da UEL, Coro Tempos Dourados, Coro do Campus, Musicalização
Infantil, Oficina de Música para Adolescentes, Madrigal da UEL, Conjunto Feminino da UEL e a Musicalização de Adultos. Desenvolve atividades de extensão como o Curso de Leitura Musical e o Curso de Técnica Vocal, dirigido prioritariamente para os componentes do Movimento Coral da UEL e que tem como professor Luiz Francisco Fontanari. O Coordenador Artístico do Movimento Coral é o Maestro Vilson Gavaldão de Oliveira. Desde 2012 o diretor artístico e regente titular é o Maestro en:Maurizio Colasanti.

 Hoje tive uma grande alegria em ouvir o início da temporada da OSUEL ,ao som da Sinfonia n°40 em sol maior de Mozart...estupendo!!!!

http://www.jornaldelondrina.com.br/edicaododia/conteudo.phtml?id=1354028&tit=osuel-abre-temporada-2013-no-cine-comtour
 Apenas metais e cordas compuseram a orquestra,mas com efeito extraordinário.Portanto não estava completa, já que a sinfonia pede apenas tais timbres nessa execução.
Não foi possível filmar, mas à seguir, vai a peça em versão original:...http://youtu.be/l45DAuXYSIs



                                  







Um grande prazer 
encontrar colegas
de profissão,
amigos de longa data, 
 afins e simpatizantes
da música erudita.
Bela ocasião.
Componentes
 da diretoria da OSUEL.





                                             http://youtu.be/MFRwF931WUo



 Conversamos com o maestro Maurizio Colasanti. 
À seguir, uma entrevista feita com ele, pela TV Multicidades.
Maurizio discorre sobre as dificuldades em manter a orquestra em "status"ideal,
 por falta de recursos e incentivo cultural, que arrastam-se cronicamente.
....http://youtu.be/MFRwF931WUo 



Maurizio Colasanti, (Chieti24 ottobre 1966) è un direttore d'orchestra italiano.

All'età di 5 anni intraprende lo studio della musica con il maestro Mimì De Renzis; appena un anno dopo tiene il suo primo concerto solistico con la banda del suo paese, Pretoro. Si diploma con il massimo dei voti e la lode presso il Conservatorio di Musica L.D'Annunzio di Pescara. Nel 1992 fondata il gruppo dei Fiati Italiani, con i quali ha effettuato tournée in Italia e all'estero.
È laureato in Filosofia con il massimo dei voti e la lode presso l'Università G. D'Annunzio. Le sue inclinazioni e i suoi interessi musicali lo hanno portato spesso a dirigere un repertorio del '900 con autori quali: Ottorino RespighiGian Francesco MalipieroSergio RendineLuigi DallapiccolaCesare ValentiniMaurice RavelIgor StravinskyArnold SchoenbergPiotr de Peslin Lachert. Si è esibito presso importanti istituzioni concertistiche internazionali: Carnegie Hall, Royal Accademy of Music, Teatro dell'Opera Di Roma, Melba Hall (Melbourne), Arts House (Singapore).Attualmente insegna nel dipartimento di musica d'insieme per gli strumenti a fiato del conservatorio E.R.Duni di Matera. Nel 2012 è stato nominato Direttore Principale e Direttore Artistico dell OSUEL symphony Orchestra.



A vice reitora da UEL Berenice Quinzani Jordão,  
no meio a que vos escreve,
 e o maestro Maurizio Colasanti.



                     "A cultura está acima da diferença da condição social"-(CONFUCIO)




                             


domingo, 17 de março de 2013




COLETÂNEA MUSICAL DA GREGORI´S HEART BAND SENDO PRESTIGIADA NA RÁDIO COMANDADA POR MARCELO TANKE...OBRIGADA AMIGO,E PARABÉNS PELO BELO TRABALHO.MUITO SUCESSO.

 (http://londrinahits.com/index/redir/locutores_-_marcelo-tanke)

       

























AMO CANTAR, AMO COMPOR,AMO TOCAR,AMO GRAVAR...
CADA MÚSICA PRONTA  É MAIS OU MENOS COMO 
SE ESTIVESSEMOS PINTADO UM QUADRO,
ESCRITO UM LIVRO .



sábado, 16 de março de 2013



 
BOB MARLEY,TENHO QUE CONCORDAR COM VOCÊ...
-"Vocês riem de mim por eu ser diferente, e eu rio de vocês por serem todos iguais"


Amo o diferente, me faz aprender mais e errar menos...

Ou pelo menos pensar que nada é só certo
ou só errado

Tudo tem um porquê!

Ensinamento sem fim.

O que a mim faz-se distinto, acomete-me de idéias.

Coisas normais são quase que banais.

Aceito o invisível, porque o que sempre se vê é previsível...

Não dificulto as novidades, são bem vindas e infindas

O oposto me revela, o reverso me confirma

Preconceito é bobeira, rótulo é besteira...

O tempo é escasso, e o que importa é a vida diferente
assim exatamente...acima do normal...TOTAL !!!!

(TEFG)




"CADA UM TEM QUE SER A PRÓPRIA GRIFE ,E TORNAR "CHIQUE" TUDO O QUE USA ,OU  FAZ ,PELO SIMPLES FATO DE SER ÚNICO .QUEM SEGUE A MASSA ,NÃO TEM COMO ESCAPAR DA MEDIOCRIDADE."...(TEFG)



EU AMO A BELEZA QUE SABE SER BELA ,COMO SÓ ELA...


"PESSOAS DESTACAM-SE PORQUE DENTRO DOS ESTÍMULOS BANAIS ,CONSEGUEM  ENXERGAR ALGO FORA DO COMUM.

ELAS SENTEM ALGO DISTINTO SOBRE AQUILO O QUE TODOS .
LANÇAM OLHARES IGUAIS, CAPTANDO A MESMA COISA!"...(TEFG)

http://youtu.be/lX4aeBkK2Cc



quinta-feira, 14 de março de 2013




     BEM VINDO FRANCISCO....


  Perdoem-me falar sobre religião,um terreno perigoso para compartilhar-se numa mídia tão heterogênea em preceitos e ideologias,mas hoje é um dia especial para mim e para  todos os católicos.
 Amo ser católica,e respeito as denominações diferentes da minha.
 Respeito e reverencio todos os representantes que tem por foco a doutrina da igualdade,fraternidade,justiça e amor.
 Acho que DEUS ,sendo Onisciente e Onipresente,pelo que nos foi ensinado,julgará sobretudo o quanto cada um amou sem distinção,sem impor condições .
 A diversidade religiosa é legislada na Constituição Universal dos Direitos Humanos.
 Cada um tem o direito de professar a sua fé
da forma que achar mais adequada para a sua paz espiritual,com coerência e substância.
 Longe das falácias vazias e da submissão aos ensinamentos de regras meramente humanos ,sobre os quais muitas "seitas" teimam em recrutar os seus seguidores.       
 Ao meu ver ,encontrar-se com DEUS é bastante individual :uns no amor outros na dor.O importante é tecer uma amizade legítima com ELE,de onde nasça segurança,paz,força ,coragem,humildade,simplicidade ,fé e sobretudo uma capacidade infinita de amar ,apenas pelo próprio amor.
 Amo ser católica porque desde pequena nossa Igreja ensinou-me a  necessidade de imitar a bondade e o amor de Cristo,de forma serena.E na minha geração ,felizmente sem autoritarismo,graças à  Reforma feita por Francisco de Assis, priorizou-se na religião a fraternidade ,a humildade e o "ser aberto para o mundo",como se cada pessoa em nossa frente,mesmo o desconhecido, fosse um irmão de sangue.E é aí que mora a essência da verdadeira religião.
 Na minha experiência pessoal ,testemunho nessas andanças da vida, que DEUS honra quem honra a quem não tem ou perdeu a honra.
 Devemos tornar sublimes as pessoas que estão literalmente na sarjeta física,moral e espiritual ,pois a face de DEUS está no mais mísero dos seres humanos.Neles estão as maiores oportunidades de glorificarmos o Amor Maior.
 Hoje a Igreja Católica vive um dia agraciado,recebendo o nosso querido ,pastoral e despojado jesuíta, Francisco I.Um portenho pra lá de carismático ,cujo semblante e postura ,sem dúvida ,invoca uma bela propaganda de Jesus.
  Acho que todos os fiéis estão solidários em oração ,para que o nosso potífice seja muito feliz e bem sucedido em sua missão de continuar conduzindo a barca de Pedro por mares bastante turbulentos. 
 Tomo a liberdade de fazer deste espaço um momento de introspecção , pedindo pela vida de nosso representante religioso,bem como pela de todos os representantes de outras denominações que honram sua missão respeitando os melhores valores pontuados pela Igreja de DEUS.
 Que os nossos guias espirituais e pregadores  sejam atraídos ao altar de Cristo ,conservando seu ministério com fidelidade ao serviço sacerdotal.Sempre estreitos na fé,na purificação ,firmes no propósito de não afastarem-se do Espírito da Igreja.
 Que todos eles possam honrar a sua vocação, com fidelidade à pregação das boas novas de Cristo,cujo principal mandamento é o AMOR.

                             http://youtu.be/GYMLMj-SibU
                                   (beyond descriptions)



....além de ser extremamente culto e carismático,adora tango...

 Jorge Mario Bergoglio ,bem vindo e DEUS o abençoe.




                          http://youtu.be/4JU1kr7aVTw

 Invoco em oração,sobretudo ,que todos nós possamos aprender a amar uns aos outros,sendo os justos, fraternos e complacentes. .Cada um é o espelho do outro,portanto o que fizermos receberemos
    
              
                  http://youtu.be/VzB8xC_CwH8




segunda-feira, 11 de março de 2013

Birth

                       
                               


                           O INÍCIO DA VIDA,DIVINO....



FERTILIZAÇÃO:  UM PEQUENO NOVO SER HUMANO
                                 ACABA DE FORMAR-SE.

                                 http://youtu.be/BFrVmDgh4v4

                                DESENVOLVE-SE INTRAUTERO ,ATÉ O MOMENTO
                                DE DEIXAR O CONFORTO DO CORPO MATERNO
                                E ENFRENTAR O MUNDO ...


 PARTO NORMAL: PARA AS MULHERES MAIS SEGURAS
                                E DEVIDAMENTE PREPARADAS, DURANTE TODO O PRÉ NATAL,
                                É A OPÇÃO MENOS ARRISCADA ,MAIS FISIOLÓGICA E PODE                                
                                RESPRESENTAR UMA DAS EMOÇÕES MAIS ARREBATADORAS
                                DE TODA EXISTÊNCIA  DELAS.
                                TANTO COMO MÃE COMO MÉDICA,CONFIRMO ESSA COLOCAÇÃO.
                                TIVE O PRIVILÉGIO DE TER DOIS FILHOS ,E FIZ 38 PARTOS NORMAIS      
                                DURANTE MINHA FORMAÇÃO MÉDICA.
                                COMO MÃE ,NÃO HÁ COMO DESCREVER,SÓ VIVENDO A MAIOR                      
                                EMOÇÃO DO MUNDO.
                               
                                http://youtu.be/Xath6kOf0NE

 PARTO POR CESAREANA: É A FORMA CIRÚRGICA DO 
                                DO PARTO.
                                REALIZA-SE UMA CIRURGIA ABDOMINAL.
                                PORTANTO,INCORRE A MAIORES RISCOS.
                                É INDICADO NA IMPOSSIBILIDADE DO PARTO NORMAL.

                                 http://youtu.be/KqW0hjxghO0



                        PAI ,MÃE E FILHO:A CÉLULA MAIS SAGRADA DA CIVILIZAÇÃO.

                                            http://youtu.be/yOGD1WkJJok


(OBS:ESSA POSTAGEM TEM POR OBJETIVO, APENAS , ILUSTRAR  INFORMALMENTE ALGUNS EVENTOS BELÍSSIMOS DA VIDA,SEM PRETENSÕES ACADÊMICAS. )